sábado, 17 de janeiro de 2015

Sobre saudade...


(...)
tempo é rua soledade
(...)
leia saudade quando escrevo solidão
(...)
o tempo não têm compaixão
(...)
tempo é porto da saudade
(...)
Alceu Valença

Nenhum comentário: