sábado, 31 de janeiro de 2015

(...)


"Para Dostoiévski (...) a única forma de conhecer uma pessoa, saber o que ela é, o que pensa, ou a experiência que ela tem, é deixá-la narrar-se(...)"

Luiz Felipe Pondé
in Crítica e profecia: a filosofia da religião em Dostoiévski. São Paulo: LeYa, 2013. p. 187.

Nenhum comentário: