sábado, 29 de novembro de 2014

Gluck Mort d'Orphee - Orpheus Death Piano: Nelson Freire

2 comentários:

Vanessa Ribeiro disse...

Eu o conheci, sabia?
Nelson Freire.
E também Gluck! hehehe.
E essa aqui é muito interessante, a delicadeza contrasta com o fim violento de Orfeu de maneira impressionante.
Mas acho que consigo imaginar um porquê.
É como o Tarantino gosta de fazer: a "trilha sonora" combina com o momento psicológico do personagem, não exatamente como a cena retratada, e para Orfeu, que estava de coração partido e destruindo a galera a sua volta com tristes melodias de amor, apenas a morte o levaria até Eurídice...
Trágico.
Mas agora fiquei tentando imaginar que raio de música ele usou pra ganhar carona do Caronte no Estige - o rio do esquecimento...
Aí lembrei dessa matéria http://www.megacurioso.com.br/musica-e-danca/39773-ouca-a-musica-mais-triste-do-mundo-culpada-por-pelo-menos-100-suicidios.htm
Estranho, muito estranho.

Danilo Cruz. disse...

Concordo plenamente.
Toda a melodia dá o tom perfeito à história de Orfeu e Eurídice. Possui um toque onírico...
Mesmo nomeada a morte de Orfeu, ele deveria chamar-se "Amor e Morte de Orfeu e Eurídice".
A questão do Caronte é um mistério...
E a música dos 100 suicídios eu já conhecia, não é motivo pra tanto não... prefiro a sofrência ao estilo Phablo do Arrocha...rsrsrsrs