quarta-feira, 30 de julho de 2014

O amor e o excesso de linguagem...

Seguindo o pensamento de Wittgenstein, a ideia de uma linguagem particular das sensações não faz absolutamente nenhum sentido, deve haver algo de público nela...

Nenhum comentário: