quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

(...)

"...apoiando-me nas ruínas das lápides de pedra, ponho-me a escutar o gemido
surdo dos tempos devorados pelo abismo do passado - um gemido que faz palpitar e estremecer meu coração..."

Excerto do conto "Pobre Liza"
Nova Antologia do Conto Russo. Editora 34, 2011, p. 24.

Nenhum comentário: