segunda-feira, 15 de julho de 2013

Baboseira científica!

Uma das maiores besteiras que já li em minha vida! Vou utilizar o jargão de uma colunista do Yahoo - "Parem o mundo que eu vou descer!".

A Revista Planeta, que é até boazinha de se ler, trouxe uma matéria tosca, de uma cientista lá dos quincas, que faz uma análise biológica do amor e com direito a puxada de saco do editor da revista.


Ressalvado a predileção do editor deste blog, bem como de seus seguidores, sobre temas como literatura e filosofia, existem considerações filosóficas que refutam de forma peremptória a pesquisa da desconhecida PH.D, de qualquer forma, como a informação é o fermento da consciência crítica, da autonomia e da emancipação, fica o registro.


2 comentários:

Dyego Phablo disse...

Não consegui nem ler até o final. Tem um vídeo do Pondé falando de amor de forma bem mais engraçada e divertida. http://www.youtube.com/watch?v=k0vm2PkuWGw.

Danilo N. Cruz disse...

Grande Dyego,

Na primeira vez tb não consegui ler até o final, mas como queria fazer este post, fiz um esforço hercúleo e consegui ler até o fim. Não vou mentir, isso me custou momentos de enjoo...

Abraço meu amigo,

Danilo.