sexta-feira, 9 de março de 2012

Leituras que recomendo... (Amartya Sen - A Ideia de Justiça e Paula Sarno Braga - Boa-fé objetiva, a equidade e o abuso de poder privado nas relações contratuais)

Olá pessoal,

Hoje faço duas recomendações de leitura. 

1) - A primeira é o livro "A Ideia de Justiça" de Amartya Sen. O livro desse economista (nobel de economia em 98, de alma filosoficamente sociológica) é algo acima do normal, as teses propostas no livro fundadas numa visão de equidade, de preocupação com o próximo e pés fincados no que é possível dentro do real (pois o ideal não existe, salvo no plano das ideias) encerram-se num humanismo admirável... Diferente do proposto no livro "Justiça - Michael J. Sandel", o livro de Amartya se constrói em torno da noção básica de que, embora as pessoas sejam iguais perante a lei (ao menos nas democracias), suas necessidades, desejos e esperanças não são. Um livro especialmente reflexivo onde se aprende que é possível ler sobre filosofia política e teoria da justiça sem esquecer o principal, o ser humano.



2) - A segunda recomendação vem completar o ciclo de postagens que vinha fazendo sobre as variantes do Princípio da Boa-fé Objetiva, trata-se do texto "Boa-fé objetiva, a equidade e o abuso de poder privado nas relações contratuais" da Prof.ª Paula Sarno Braga

A Prof.ª Paula é um dos destaques da nova gama de processualistas que tem surgido aqui no nordeste, ela possui alguns artigos publicados de grande relevância acadêmica dentro de temas cruciais num estudo sincrético e de veia instrumentalista na relação direito e processo, o texto indicado acima, bem como, o já indicado aqui no blog "Teoria do Fato Jurídico Processual - Plano de Existência", bem revelam e validam a obra dessa autora que na atualidade é uma das escritoras de minha predileção.

Abraço,

Danilo N. Cruz. 

Nenhum comentário: