sábado, 5 de março de 2011

Nunca perder o respeito de si mesmo.

Aforismo 50

Nunca perder o respeito de si mesmo

Nem condescender demais consigo próprio. Que sua integridade seja diretriz da sua retidão. Deva mais à severidade de seu próprio julgamento do que a todos os preceitos externos. Evite o indecoroso, não devido ao julgamento severo dos outros, mas em respeito à sua sensatez. Chegue a temer a si mesmo e não necessitará como perceptor imaginário de Sêneca*.

*(Sua própria conciência. Gracián alude a uma das Epístolas morais de Sêneca)

GRACIÁN, Baltasar. A arte da prudência, São Paulo: Matin Claret, 2005. p.43

Nenhum comentário: